VERÃO: PREFEITURA DE SÃO JOSÉ ORIENTA POPULAÇÃO SOBRE CUIDADOS E PREVENÇÃO CONTRA A DENGUE

Com a proximidade do Verão, a Prefeitura de São José, por meio da Vigilância Epidemiológica, orienta a população a redobrar os cuidados em casa para evitar a proliferação do Aedes Aegypti . Com as temperaturas em alta, a densidade natural do mosquito da Dengue é maior, pois há maior quantidade de chuvas, o que aumenta a oferta de criadouros onde a fêmea deposita seus ovos.

De tal maneira, é recomendado não deixar água parada no quintal, em vasos de plantas, pratos e demais embalagens; cobrir as caixas d’água; limpar com frequências as piscinas (principalmente as bordas, preferidas pelo mosquito) e cobri-las com lona, para conservar o tratamento com o cloro; ficar atento às calhas e lajes. Em caso de ter plantas aquáticas, como a bromélia, uma das soluções é dar jatos de água a cada três dias, para remover os possíveis ovos que estejam instalados. Por fim, fazer o uso de repelentes e inseticidas.

A equipe de endemias também está fazendo a sua parte, mantendo a visita regular às residências e monitorando a cada sete dias as 700 armadilhas distribuídas pelos bairros do Município. As armadilhas funcionam como um “termômetro”, para indicar se há focos na região. São feitas de pneus cortados ao meio, pendurados em locais escuros e preenchidos com água. Caso o recipiente apresente larvas, é sinal de que a região tem um foco. Para combatê-lo, é realizado um tratamento de 300 metros ao redor do local.

Vale lembrar que mensalmente a equipe emite um boletim epidemiológico para fiscalizar os bairros e criar estratégias a fim de fechar o cerco contra a dengue.

HISTÓRICO

Desde o século XVI o mosquito Aedes Aegypti percorre as regiões tropicais e subtropicais do mundo, devido aos navios que acabavam transportando os “tripulantes indesejados”. No Brasil, a aparição foi registrada no século XIX em Curitiba, Paraná. Na década de 50, o vetor foi erradicado do país, mas pelo afrouxamento das medidas de prevenção, se espalhou novamente por todos os estados brasileiros.

 

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome