SUSPEITOS DE PROPINA: PREFEITO E VICE DE TUBARÃO RENUNCIAM

    O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelle e o vice Caio Tokarski, envolvidos na Operação Mensageiro, deflagrada em fevereiro pelo Ministério Público de Santa Catarina, sob suspeita de recebimento de propina na contratação de empresa coletora de lixo, renunciaram aos mandatos agora pela manhã. Uma carta, confirmando a decisão foi entregue à Câmara Municipal de Vereadores.

    Joares Ponticelli, preso em fevereiro, obteve a liberdade condicional na semana passada. Já o vice Caio teve o pedido de soltura negado pela justiça.
    Dentro da mesma operação, outros 12 prefeitos estão envolvidos no mesmo esquema criminoso.

    Parceiro

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor, digite seu comentário
    Por favor, informe seu nome