PSL “RECHAÇA CONCHAVOS” EM ALIANÇAS PARA O SEGUNDO TURNO EM SC

“Não ao “toma lá, dá cá”, não aos esquemas, não à troca de favores, por cargos políticos. Nossa coligação é com o povo”.

Esse é o teor da nota oficial do PSL, assinada pelo seu presidente Estadual, Lucas Esmeraldino, depois que surgiram notícias de que a candidatura do Comandante Moisés estaria buscando “supostos acordos e conchavos políticos”  para a disputa do segundo turno.

O PSL catarinense, segundo a nota, “é hoje referência no país, isto dito por dirigentes nacionais e o próprio Jair Bolsonaro, assim como também mostrou nas urnas no último dia 07. Em apenas cinco meses, mais de 150 executivas municipais foram criadas, mostrando a força de um exército, o amor por Santa Catarina e a esperança que a sociedade busca”.

O presidente do partido, Lucas Esmeraldino, diz mais: “hoje, temos a plena certeza que, somente o PSL representa a verdadeira mudança e a negação de velhas práticas. É de grande valia para os membros da Executiva Estadual, vermos que, assim como nós, outros partidos reconhecem que o 17 é melhor para o Brasil, assim como para Santa Catarina. Vejo que, todo apoio é bem-vindo. Porém, não vamos mudar e flexibilizar o projeto do PSL ao Governo, que é chapa pura, para transformar em um conglomerado de partidos e amarras políticas”.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome