PÓS-TRAGÉDIA NA CRECHE: GESTORES EDUCACIONAIS RECEBEM DIRETRIZES PARA O ACOLHIMENTO DE PAIS E ALUNOS

Gestores educacionais e forças de segurança se reuniram no Teatro Carlos Gomes em Blumenau.

Tendo como palavras de ordem, confraternidade, solidariedade e conforto, todos os gestores do sistema educacional, público e privado, participaram hoje em Blumenau de uma reunião para, a partir de segunda feira, reabrir as escolas e receber alunos e familiares e adotar diretrizes de acolhimento, como formas de aliviar o sofrimento das pessoas que, diretamente ou indiretamente, sofreram ou acompanharam as ações criminosas de ontem numa creche da cidade. Para orientar os gestores sobre o protocolo de segurança e o acolhimento de professores e estudantes, a reunião também teve representantes das polícias Militar, Civil e Científica, Ministério Público, e psicólogos. O apoio psicológico será intensificado em toda a rede no município.

Presente na reunião, a secretária adjunta da Educação de SC, Patrícia Lueders, destacou a importância do diálogo com professores e estudantes. “Neste momento tão delicado, precisamos acolher as famílias, os servidores e a comunidade com segurança. Estamos fragilizados diante desta tragédia, e é fundamental termos empatia e nos solidarizar com todos. Destacamos a importância do diálogo dos gestores com professores, pais e alunos, a fim de confortar os corações e oferecer segurança para o retorno às aulas na próxima semana. Esta é a prioridade a curto prazo”

Blumenau tem 33 escolas estaduais e cerca de 23 mil estudantes. O prefeito de Blumenau, Mario Hildebrandt, destacou também o trabalho em conjunto com o Estado desde ontem, com a presença do governador Jorginho Mello.

A vice-prefeita de Blumenau, Maria Regina Soar, e o secretário municipal de educação, Alexandre Matias, também participaram da reunião. A programação de orientação inclui também uma live com professores da rede de Blumenau, que terá participação da secretária adjunta de Estado.

Ao final da reunião, a secretária Patrícia reuniu os gestores da rede estadual das escolas de Blumenau e, além de orientações, destacou a importância do diálogo e escuta com a comunidade escolar.

O Governo do Estado permanece com equipes técnicas, na cidade de Blumenau, prestando todo o apoio aos familiares e na investigação desse caso. São psicólogos, delegados, agentes da polícia civil e policiais militares auxiliando no trabalho.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome