JORGINHO MELLO: “APOIO DOS PODERES E DA SOCIEDADE FORTALECERAM O GOVERNO DE SC CONTRA CRISES”

Governador Jorginho Mello hoje na Assembleia Legislativa: "Fomos eleitos não para reclamar, mas para trabalhar”,

“Fomos eleitos não para reclamar, mas para trabalhar”, argumentou o governador Jorginho Mello ao apresentar em sessão especial, hoje na Assembleia Legislativa, em mensagem oficial, os desafios que o Estado enfrentou no ano passado, além de apresentar as principais metas planejadas para 2024.

No ano passado, descreveu o governador, ao assumir a administração, “encontramos, nas contas do tesouro, um déficit de R$ 2,8 bilhões e, no final do ano as chuvas torrenciais e enchentes castigaram muitas cidades”.

E, como fator de enfrentamento contra as circunstâncias financeiras, o governador lembrou e agradeceu o repasse de recursos da ordem de R$ 30 milhões oferecidos pelo Legislativo, pelo Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas e outros R$ 50 milhões através de emendas da bancada federal catarinense para implantação e início do programa de mutirões de cirurgias eletivas. Ainda no ano passado, em meio às enchentes catastróficas de novembro e dezembro, os Poderes voltaram a liberar outros recursos como ajuda humanitária para atender as necessidades das cidades atingidas. Foram liberados então R$ 30 milhões pela Assembleia Legislativa, R$ 13 milhões pelo Tribunal de Justiça, R$ 10 milhões do Ministério Público. Jorginho Mello também enalteceu a resiliência e união dos catarinenses durante os períodos de adversidades, principalmente durante as enchentes.

AJUSTE FISCAL

Em relação à situação financeira do Estrado, o governador ressaltou a economia de R$ 900 milhões alcançada por meio de um Plano de Ajuste Fiscal (Pafisc) implementado no início de seu mandato. Na área da saúde, celebrou a realização de 200 mil cirurgias, com foco na redução do tempo de espera para procedimentos. Na educação, a aprovação do projeto Universidade Gratuita foi mencionada como um marco significativo.

“Eu quero agradecer a aprovação do projeto Universidade Gratuita. O projeto que vai evitar que muitos catarinenses vivam a vida frustrados, porque desejavam ser uma coisa, desejavam se especializar em uma área, mas não tiveram condições. Então, tiveram que se conformar com aquele curso que ele e a sua família podiam custear. Elevamos a régua de Santa Catarina quando o assunto é educação superior, sem deixar de voltar os olhos para o ensino técnico, para o ensino fundamental, porque está embutido, em contrapartida às Universidades Comunitárias. Isso é nobre. Isso é digno. Isso vai mudar a história, é um case nacional. Nenhum outro estado do Brasil teve a coragem como os senhores tiveram de aprovar uma lei como esta”.

EDUCAÇÃO E DISCIPLINA

Além disso, também na área da educação, o governador citou a manutenção das escolas cívico-militares, visando à disciplina e à segurança dos estudantes.
No setor da infraestrutura, Jorginho Mello destacou o programa Estrada Boa, um investimento de R$ 2,1 bilhões com o objetivo de revitalizar 50 estradas até o final do ano. “Na área da Infraestrutura, quando recebemos o governo, recebemos com 73% das estradas péssimas e ruins. Levantamento feito pela Fetrancesc. Buraco esperando no acostamento pra entrar”, citou, ressaltando a importância dos investimentos para melhorar a infraestrutura do estado.

Jorginho Mello também enfatizou a atuação eficaz da Defesa Civil diante das recentes tragédias naturais. O governador frisou a prioridade dada à proteção e defesa civil, ressaltando a coragem e dedicação das forças de segurança e da comunidade diante das enchentes e garantiu que o Estado vai investir em obras de prevenção para minimizar o impacto de desastres climáticos às populações mais atingidas.
Concluindo sua mensagem, Jorginho Mello agradeceu o apoio da Assembleia Legislativa e reiterou o compromisso do governo com o progresso e a prosperidade de Santa Catarina em 2024.

Parceiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome