CRIME AMBIENTAL EM PRAIA DE FLORIANÓPOLIS: PREFEITURA MULTA A CASAN

Ao constatar a inoperância técnica da estação Elevatória de Esgoto no balneário de Canasvieiras, causando derramamento de esgoto bruto no Rio do Brás, a  prefeitura de Florianópolis multou, hoje, contratualmente, a CASAN em R$ 1,5 milhão. O rio, é responsável por receber os efluentes de tratamento de esgoto do balneário  de Canasvieiras.

Técnicos da área de saneamento da prefeitura, constaram  que a estação elevatória não estava adaptada para nenhuma bomba em funcionamento, como também não mantinha equipamento reserva com acionamento automático, o que ocasionou o lançamento de esgoto bruto no Rio do Brás, causando degradação do corpo d’água.

“As bombas estavam entupidas, ou seja, os equipamentos acessórios obrigatórios não estavam funcionando por falta de manutenção preventiva, ou ainda, por falha de projeto. Não vamos mais aceitar os danos ambientais ocasionados por conta da ineficiência e negligência da Casan”, afirma o prefeito de Florianópolis, Topázio Neto.

A multa contratual foi enviada para a Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina (ARESC) para que seja convertida ao Fundo Municipal de Saneamento Básico, com o valor a ser aplicado em ações de remediação e recuperação ambiental.

Parceiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome