COVID 19: DEPUTADO NEODI SARETA COBRA DO GOVERNO AVANÇO E READEQUAÇÃO NA VACINAÇÃO

Os avanços dos casos da covid-19 em Santa Catarina, assim como a necessidade de mais doses de vacinas foram assuntos debatidos durante a audiência de prestação de contas quadrimestral da Secretaria de Estado da Saúde, à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, realizada ontem.

O deputado Neodi Saretta, presidente da Comissão de Saúde, disse que o estado deve fazer todos os esforços possíveis para buscar mais vacinas, e que os municípios acelerem a aplicação das doses. “Estamos com o nível de imunização muito devagar, são poucas as doses recebidas, e quando chegam, em muitos lugares, a aplicação segue num ritmo bastante lento”.

Saretta também sugeriu que o Estado continue avançando na vacinação pela
redução da faixa etária, abrangendo, inclusive, a população abaixo dos 60 anos.

Conforme o deputado, o ritmo de vacinação está lento, por conta das poucas doses e alguns municípios têm dificuldade da aplicação rápida, inclusive pelas restrições do grupo. “Seria importante que, além dos grupos prioritários, as pessoas abaixo dos 60 anos também possam ser imunizadas, pois os que estão na faixa dos 50 anos agora não têm perspectivas de quando serão vacinados”, argumentou.

O deputado Saretta questionou ainda sobre informações relativas ao desperdício de vacinas. Ele revelou que há município com percentual acima de 8%. “No meu entendimento é um número bastante alto de doses. Isto tem se observado no estado inteiro ou se é um caso isolado”, disse o parlamentar.

O diretor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde, Eduardo Macário, explicou que estão orientando para que as pessoas mais capacitadas sejam utilizadas na preparação das seringas e que sejam utilizadas seringas de melhor qualidade.

Parceiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome