ALICIAMENTO: AÇÕES EM SÃO JOSÉ ADVERTEM CRIMES DE ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS

O prefeito Orvino Coelho de Ávila, acompanhou a caminhada contra o crime de abuso sexual de crianças em São José.

Crianças e professores foram às ruas de São José, hoje, lembrando o Dia Nacional de Combate ao Abuso e  Exploração Sexual de Crianças e de Adolescentes, portando balões, cartazes, camisetas e flores amarelas (símbolo da causa) nas mãos ou pintadas no rosto, como advertência e  proteção do público infantojuvenil.

Os atos  iniciaram às 9h no Centro de Educação Infantil (CEI) São Francisco de Assis, localizado no bairro Forquilhinha, com a participação do prefeito Orvino Coelho de Ávila e da secretária Municipal de Educação, Ana Cristina Hoffmann. Depois foi a vez da caminhada do CEI Júlia Francisca dos Santos, também no bairro Forquilhinha.

“Nosso papel – enquanto gestores públicos, pais, avós – é proteger nossas crianças e adolescentes. Essa caminhada é um alerta sobre a nossa responsabilidade para prevenir e enfrentar a violência infantojuvenil”, relatou o prefeito Orvino.

O Serviço do Emfrente (Enfrentamento e Manejo das Violências Infantojuvenis da rede municipal de ensino) estimulou a participação das unidades escolares com ações que promovam a reflexão sobre a temática. “As unidades escolares da rede municipal de ensino de São José receberam sugestões de atividades para serem desenvolvidas enquanto prevenção, identificação e denúncia destes casos. Além disso, também estamos ofertando formações mensais para um profissional de cada unidade escolar com a proposta de multiplicar essas informações”, detalhou a coordenadora do Emfrente, Maristela Muller.

FORMAÇÃO DE AGENTES EDUCADORES

Amanhã, às 9h, a Escola Básica Municipal Professor Altino Corsino da Silva Flores e a Unidade de Saúde Procasa promovem a Caminhada pela Paz.

Também, será realizada a Formação dos Agentes de Referência do Programa Emfrente, quando  a pediatra Danielle Machado Moreira apresentará o Programa Saúde na Escola, esclarecendo eventuais dúvidas em relação aos encaminhamentos. Também haverá palestra, ministrada pelos Conselheiros Tutelares, que explicarão a função do órgão e a importância da denúncia em caso de suspeita de violência. O público-alvo é composto por um representante de cada unidade do Ensino Fundamental no turno matutino e no vespertino com um da Educação Infantil.

Já no dia 27, às 10h, todos os profissionais da rede municipal de ensino são convidados a assistir a live: “Faça Bonito na Educação: relato de práticas no combate à violência sexual contra crianças e adolescentes na Rede Municipal de Ensino de São José”. A live será transmitida ao vivo no canal da Secretaria Municipal de Educação.

“Precisamos assegurar às crianças e aos adolescentes o direito ao desenvolvimento saudável, livre de violências. Falar sobre esse assunto é convocar toda sociedade para se engajar nesta causa durante o ano todo”, alertou a secretária Municipal de Educação.

O DIA DE HOJE

Em 18 de maio de 1973, Araceli, uma menina de oito anos, foi drogada, estuprada e morta em Vitória, capital do Espírito Santo. A data foi instituída pela Lei Federal nº 9.970/2000. Em São José, a Lei nº 6.018/2021 estabelece a Semana Municipal e a Política Municipal de Prevenção e Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a ser realizada na segunda quinzena do mês de maio.

Casos suspeitos de violência contra crianças e adolescentes, devem ser denunciados para: Conselho Tutelar – Disque 100 – Delegacias especializadas ou comuns – Polícia Militar, Polícia Federal ou Polícia Rodoviária Federal.

 

 

 

Parceiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome