TRE/SC FAZ BALANÇO SOBRE AS ELEIÇÕES EM SANTA CATARINA

Durante nove horas de votação, 4.241.667 eleitores catarinenses compareceram às urnas para escolher seus candidatos. Disputarão o governo do estado no segundo turno no dia 28 de outubro Gelson Merísio (PSD / PRB / PDT / PSB / PODE / SOLIDARIEDADE / PROS / PSC / PCdoB / PHS / PP / DEM / PRP / PPL / PV) e Comandante Moisés (PSL). A votação de Merísio foi de 31,12% dos votos válidos, enquanto a do Comandante foi de 29,72%. Na mesma data também ocorrerá a eleição suplementar para prefeito em Vidal Ramos.

Para o Senado Federal foram eleitos Espiridião Amin (PP) com 18,77% dos votos válidos e Jorginho dos Santos Mello (PR), com 18,07%.

O primeiro município a totalizar os votos no estado foi Ponte Alta do Norte, às 17h31. O último foi Ipuaçu, às 21h04. O índice de abstenção no estado foi de 16,31%. O presidente do TRE-SC, desembargador Ricardo Roesler, fez uma avaliação positiva do pleito e comemorou: “os trabalhos de totalização foram concluídos às 21h04, quatro minutos além daquilo que prevíamos no início”.

Urnas eletrônicas

Segundo informações da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRE-SC, 128 ocorrências com urnas eletrônicas foram registradas e 66 precisaram ser trocadas, número que representa 0,4% de todas as urnas utilizadas na eleição em Santa Catarina. A votação seguiu normalmente após a substituição dos equipamentos por outras urnas eletrônicas e todos os votos foram contabilizados regularmente. Não houve votação manual.

Outras ocorrências foram ajuste ou troca de papel/bobina, necessidade de reinicialização, troca de tomada, ajuste de data/hora e troca de módulo impressor.

O TRE-SC divulgou à tarde uma nota de esclarecimento sobre boatos disseminados nas redes sociais que apontavam a não contabilização de voto para presidente, reafirmando que todos os votos dos eleitores são contabilizados e que a Justiça Eleitoral conta com diversas auditorias públicas do processo eleitoral.

Ocorrências policiais

A Polícia Militar registrou durante o dia 153 ocorrências, das quais 73 foram eleitores flagrados cometendo crimes eleitorais que incluem boca de urna, divulgação de propaganda, corrupção eleitoral, desacato a autoridade, coação e transporte ilegal de eleitores.

Em Morro da Fumaça, um eleitor foi preso por quebrar uma urna eletrônica com uma marreta. As mídias não foram danificadas e a votação seguiu normalmente após a substituição por uma urna de contingência.  Os votos foram todos contabilizados.

Presos provisórios

Em Santa Catarina, 587 presos provisórios compareceram às urnas nas 17 seções instaladas nos presídios do estado.

Disque Eleitor

O Disque Eleitor – serviço telefônico para tirar dúvidas dos eleitores – registrou aproximadamente 10 mil ligações neste domingo. Ao longo do dia, 60 servidores se revezaram em 30 postos de atendimento, desde as 7h até as 19h.

Desde o dia 1 de outubro, data em que o serviço foi expandido, foram mais de 14 mil chamadas recebidas. A maior parte das dúvidas foi sobre como encontrar o local de votação, como justificar a ausência às urnas e sobre a situação eleitoral dos cidadãos.

Projeto Bikes2018

Nestas eleições, assim como em 2016, ciclistas voluntários participaram de uma ação para o recolhimento das mídias de urnas eletrônicas de Florianópolis. Ao todo, 70 ciclistas, além de um atleta corredor, realizaram rotas pré-determinadas até 60 locais de votação das 12ª e 13ª Zonas Eleitorais. Eles partiram às 14h da sede dos Cartórios Eleitorais na Avenida Rio Branco, no centro da cidade, e retornaram em comboios para entrega dos dispositivos com os dados para a apuração dos votos.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome