PROJETO PIONEIRO EM PALHOÇA: ESCOLAS VÃO ORIENTAR ESTUDANTES SOBRE SAÚDE FEMININA

A partir de agora o programa Ciclo será ministrado como conteúdo programático para estudantes em Palhoça. As aulas iniciais dessa nova fase do programa acontecem na Escola Antonieta Silveira de Souza, amanhã, das 8h às 8h45 e das 13h às 13h45, e na  sexta-feira, na Escola Básica Guilherme Wiethorn Filho, das 11h15 às 12h e das 16h45 às 17h30.

Lançado no ano de 2020 de maneira pioneira na região da Grande Florianópolis, o programa Ciclo tem como objetivo principal desmistificar os assuntos relacionados à saúde menstrual e proporcionar, de forma gratuita, absorventes para mulheres que se encontrem em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Ao todo, o programa já foi responsável pela distribuição de 10 mil absorventes a mulheres palhocenses.

O êxito do programa fez com que, já no ano passado, fosse lançado um novo eixo de atividades chamado “Ciclo nas Escolas” cujo objetivo era levar informação a alunas do 5º ao 9º ano da rede municipal de ensino, com foco na saúde e na higiene feminina e na educação menstrual.

CICLO ÍNTIMO DAS MULHERES

Agora, o programa apresenta mais uma novidade com a inclusão das pautas ministradas no programa Ciclo no conteúdo programático das aulas de ciência. A ideia da mudança é que assuntos como ciclo menstrual e a anatomia feminina sejam abordados entre os estudantes de ambos os sexos no 7º, 8º e 9º anos da rede municipal de educação.

Caberá aos professores a adaptação do conteúdo para cada uma das etapas escolares e, muito além do debate das temáticas ligadas à saúde menstrual, o objetivo é ratificar a garantia desse importante direito para meninas e mulheres.

De acordo com o prefeito de Palhoça Eduardo Freccia “abordar o programa Ciclo dentro do conteúdo programático escolar é uma maneira eficaz de tornar os alunos verdadeiros multiplicadores desse conhecimento. Palhoça foi pioneira em tratar a saúde menstrual no estado de Santa Catarina e ficamos felizes em perceber que nosso exemplo está sendo replicado em outras cidades”.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome