BR-101: ARTERIS LITORAL SUL ADOTA OBRAS DE “FUNDO DE QUINTAL” PARA “ATACAR” OS CONGESTIONAMENTOS

Vergonha: o retrato diário da BR-101 nas imediações de Palhoça

Sem projetos ou planejamento para, concretamente, aumentar o suporte operacional sobre  o volume de tráfego diário  na BR-101, diariamente  congestionado por horas intermináveis entre as cidades de Balneário Camboriú até Palhoça, a Arteris Litoral Sul, concessionária da rodovia, decidiu “criar  uma situação tupiniquim”: liberar, dentro de 30 dias, nessas cidades,  as pistas de acostamento para o fluxo normal de veículos.

Em Itajaí, serão liberados 1.500 metros de acostamento na pista sentido sul (km 119,1 ao 120,6), para diminuir a lentidão do bairro São Roque até o acesso para o bairro São Vicente.

Em Balneário Camboriú, 800 metros no sentido norte (km 136,6 ao 137) serão liberados para reduzir a retenção dos veículos que saem da Barra no sentido Centro da cidade.

Por fim, em São José, 400 metros de acostamento no sentido sul (km 203 ao 203,8) serão liberados para antecipar o início da 3ª faixa que já existe na região há quase dez anos.

Parceiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome