SEGURANÇA NAS ESCOLAS EM SC: PRIORIDADE DE VOTAÇÃO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Deputado Mauro de Nadal, MDB, presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina

A Assembleia Legislativa, o governo do Estado e o Poder Judiciário têm mantido a independência, mas sempre em parceria e focados em decisões em favor da sociedade catarinense. Foi a manifestação do deputado Mauro de Nadal, presidente do Poder Legislativo, durante entrevista coletiva, após a leitura da mensagem anual pelo governador Jorginho Mello. Nadal acrescentou também que “queremos trabalhar em sintonia com aquilo que é vontade dos catarinenses, aquilo que é o melhor para o desenvolvimento do estado de Santa Catarina. Se não tivermos uma sintonia, principalmente, entre Legislativo e Executivo, o estado não caminha e a sociedade perde.”

Dentre as pautas que estarão, em 2024, nas discussões e debates pelos deputados, o presidente Mauro de Nadal citou o projeto que trata da segurança nas escolas. Nadal destacou a necessidade de aprofundar a discussão das propostas elaboradas ao longo de 2023, a partir de um movimento, liderado pela Casa, com a participação de mais de 30 instituições, entidades e órgãos.

O presidente defendeu o diálogo com governo e prefeituras para o aprimoramento dos projetos que buscam ampliar a proteção de alunos, professores e comunidade escolar.
“Precisamos novamente sentar com o governo do Estado para fazer a engenharia necessária para que estas iniciativas tenham aplicabilidade. Nesta mesma linha, também os nossos municípios, precisam contemplar as ações dentro das suas legislações. Estamos no início de um novo ano letivo, portanto precisamos fazer um reforço nos nossos educandários para garantir que pais, professores e alunos tenham segurança e integridade física preservadas, para iniciarem as atividades escolares com ânimo e alegria, que sempre foram marcantes em nossas instituições”.

ROTA AÉREA INTERNACIONAL

O presidente da Alesc também destacou a recente conquista de Santa Catarina, com a viabilização da rota aérea entre Florianópolis e Panamá. Nadal falou sobre a forma cuidadosa com que o Parlamento trata os voos regionais no estado.
“Essa conversa foi estendida ao governo do Estado e com empresas do transporte aéreo, em sintonia com o Parlamento catarinense. Votamos um projeto importante que concede um benefício fiscal para compra de gasolina de aviação e querosene. Esse benefício vai proporcionar o estabelecimento das empresas em Santa Catarina, mas também tem uma contrapartida.”

Conforme o presidente da Alesc, para receber esse benefício, as empresas terão que aumentar os voos regionais que são a maior deficiência, atualmente. “Nós tínhamos, por exemplo, quatro voos entre Florianópolis e Chapecó, semanalmente, e agora temos apenas um, em um horário totalmente difícil para que as pessoas utilizem tanto na ida quanto na volta. Nossa intenção com essa parceria com o Governo é fazer com que vários aeroportos que estão em condições de receber voos, possam fazê-lo.”

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome