MUTIRÃO DE CIRURGIAS ELETIVAS: MAIS DE 100 MIL PROCEDIMENTOS EM NOVE MESES EM SANTA CATARINA

Compromisso firmado na campanha eleitoral do ano passado, em fevereiro deste ano ano, o governador Jorginho Mello concretizou a proposta de sua candidatura: a realização de um mutirão na área da saúde para zerar a fila de espera por cirurgias eletivas, calculadas em cerca de 125 mil. E, agora, os resultados desse programa já somam mais de  100 mil procedimentos realizados até o dia de ontem, sendo o melhor alcance de todos os anos.

“São 100 mil pessoas que veem a sua vida melhorar porque agora conseguiram resolver um problema de saúde, que muitos esperavam na fila há anos. Estamos conseguindo operar pessoas que entraram na fila nesse ano pelo Mutirão de Exames e que já fizeram suas cirurgias agora em 2023 mesmo”, afirma o governador Jorginho Mello.

Em 2022, no mesmo período, que corresponde aos meses de janeiro a outubro, foram 80.612 cirurgias eletivas, já em em 2023, foram 101.565. Nos procedimentos de emergência esse crescimento também pode ser observado chegando a 95.775 mil.

Para que fosse possível alcançar esses resultados, foram implementadas, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), diferentes políticas de acesso a serviços, como a priorização do paciente oncológico a partir da implantação da Linha de Cuidado à Atenção Integral ao Paciente Oncológico e a Política Estadual de Alta Complexidade em Ortopedia.

“Assumimos esse grande desafio, de reduzir as filas das cirurgias eletivas. Não podemos normalizar que alguém permaneça mais de seis meses aguardando por uma cirurgia, estamos nesta grande força de trabalho para não apenas reduzir a fila existente, mas também não permitir que ela se forme novamente. Devemos isso à Santa Catarina”, afirma a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

VENCENDO DESAFIOS

As cirurgias ortopédicas são consideradas o maior desafio da saúde devido ao alto volume de pacientes e à complexidade dos casos. Como forma de ampliar a oferta de serviços, foram habilitados 12 novos hospitais para a realização dos procedimentos. Isso permitiu uma ampliação de 32% no número de cirurgias entre 2022 e 2023. Somente neste ano, foram realizados 12.179 procedimentos ortopédicos.

Já na oncologia, a ampliação do acesso permitiu um aumento de 23% no número de cirurgias realizadas entre os meses de janeiro a outubro de 2022 e 2023, totalizando 12.468 procedimentos realizados. Mesmo nos casos em que a cirurgia não se enquadra no tratamento indicado, o Protocolo Único de Acesso ao Serviço de Oncologia tem o objetivo de garantir que todos os serviços de referência em Alta Complexidade em Oncologia ofereçam o início do tratamento em no máximo 60 dias, contados a partir da confirmação do diagnóstico.

A ampliação da oferta de serviços também ocorreu na cardiologia. Quatro novos hospitais foram habilitados para o atendimento, incluindo os Hospitais Imigrantes e Azambuja em Brusque, o Hospital São Francisco em Concórdia e o Hospital São José em Jaraguá do Sul. Neste ano, já foram realizadas 1.500 cirurgias desta especialidade em todo o estado.

CIRURGIAS POR REGIÃO

Foz do Rio Itajaí: 8.244
Grande Florianópolis: 16.883
Grande Oeste: 13.399
Meio-Oeste: 9.857
Norte Nordeste: 19.709
Serra Catarinense: 2.529
Sul: 16.849
Vale do Itajaí: 14.095

 

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome