FINADOS: VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DE SC ALERTA SOBRE PROLIFERAÇÃO DA DENGUE

Para evitar a proliferação de criadouros do mosquito da dengue, transmissor também de Zika e chikungunya, a Vigilância Epidemiológica da secretaria Estadual da Saúde está alertando a população de Santa Catarina sobre cuidados com vasos e floreiras levados aos cemitérios por conta do Dia de Finados, que será celebrado nesta quinta feira. Somente neste ano, já foram registrados 60.040 focos do mosquito em 236 municípios catarinenses, sendo que 153 são considerados infestados pelo Aedes aegypti.

“A orientação é que a população evite levar flores em recipientes que possam acumular água ou deixem plásticos envoltos em vasos, pois a embalagem também pode reter água em caso de chuva. Os vasos devem estar devidamente perfurados e preenchidos com areia ou pedra até a borda”, explica João Augusto Brancher Fuck, diretor da DIVE/SC.

Também, o grande volume de chuvas que ocorreram no estado nas últimas semanas, associado a um aumento de depósitos, podem contribuir para o aumento de focos do mosquito no estado. Assim, é importante que cada uma faça sua parte, incluindo neste momento de Finados, para evitar um aumento no número de casos de dengue”, alerta o diretor.

Com relação às arboviroses, dengue, causadas pelo mosquito, foram confirmados 117.294 casos com 97 óbitos registrados pela doença. Com relação à chikungunya, o estado já registra 47 casos, sendo 16 autóctones (com transmissão dentro de SC).

Atenção para os seguintes cuidados:

– Não coloque flores em vasos com água. Prefira flores plantadas em vasos com terra ou areia;

– Retire as embalagens dos vasos de flores;

– Não deixe embalagens expostas;

– Use vasos furados e sem pratos;

– Evite plantas que podem reter água entre as folhas, como bromélia;

– Evite utilizar suporte para velas;

– Não deixe objetos que possam estocar água sobre os túmulos;

– Descarte corretamente o lixo

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome