SC: POLÍCIA MILITAR AGREGA CURSO SOBRE AUTISMO E CRITÉRIOS DE ABORDAGENS POLICIAIS SOBRE ESSES DISTÚRBIOS

O respeito aos direitos dos autistas e das principais leis que diz respeito sobre esse distúrbio que  afeta a comunicação e capacidade de aprendizado e adaptação da criança, foram os temas apresentados, em Florianópolis, nesta semana, aos cadetes do curso de formação de oficiais e os alunos do curso de formação de sargentos da Polícia Militar. As ações foram discutidas no auditório da Academia de Polícia Militar do bairro da Trindade.

O encontro foi organizado, numa parceria da  Polícia Militar  com a Associação de Pais e Amigos do Autista de Blumenau e Microrregião e teve, também,  o objetivo de capacitar os policiais militares em formação e possibilitar maior inclusão e acolhimento às pessoas com TEA ou Transtorno do Espectro Autista. 

O comandante-geral da PMSC, coronel Marcelo Pontes, realizou a abertura do evento, onde enalteceu a importância da disseminação do conhecimento sobre o tema e a relevância da atuação do policial militar, proporcionando um serviço de qualidade para toda população catarinense.

A presidente da AMA de Blumenau, Ana Paula Müller, iniciou a palestra fazendo uma importante explanação sobre características e generalidades do TEA. O tenente-coronel Adair Alexandre Pimentel discorreu a respeito dos direitos dos autistas e das principais leis que diz respeito sobre o tema. Por fim, foram apresentados os aspectos relacionados à abordagem policial às pessoas portadoras do transtorno do espectro autista pelo major Sami de Medeiros Sartor, que demonstrou os procedimentos corretos a serem realizados pelos policiais militares.

 

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome